fbpx

Hoje trago-vos 60 ervas magicas que podem melhorar e muito as vossas vidas.

A natureza das plantas é holistica, elas projetam-se no meio equilibrando todos os corpos.
Ao usares este conhecimento, lembra-te de que as plantas e os elementais são seres muito puros e que não estão do lado de ninguem, eles simplesmente fazem parte do equilibrio do cosmos, tu sim deves usa-los com sabedoria para que não se produzam desiquilibrios de nenhuma natureza.

Regras basicas essenciais da herbologia mágica

  •  Deverás usar a magia das plantas apenas se for para o bem de todos os envolvidos, para que isso aconteça deves cuidar da tua intenção e antes de qualquer ato, questionares a ti mesma o que existe dentro do teu coração e nunca deverás fazer nenhum trabalho que condicione o livre arbitrio de alguém, isto traria muita negatividade e desiquilibrio para todos os envolvidos.
  • lembra-te que aquilo que tu achas que é bom para outra pessoa, mais não é que uma necessidade tua de controle, o outro é um universo distinto e deverá conduzir a sua vida mediante as suas próprias escolhas, deves respeitar isso.
  • Deves plantar as tuas próprias ervas ou recolhe-las numa floresta com todo o respeito, e tirar os teus sapatos ao entrar no santuario da natureza
  • Deverás colher as plantas com a mão de forma delicada e respeitadora
  • Depois de teres pedido permissão para o trabalho, deverás sempre deixar uma oferenda organica na natureza
  • Recolhe da floresta só o que precisas e em quantidades minimas necessárias, no chão da floresta costuma existir tudo o que necessitas para fazer o trabalho.
  • Antes do trabalho magico, coneta-te e medita com a “Mãe”.
  • Sente-a no teu coração, fala-lhe dos teus medos e dos teus desejos, vais ficar admirada com a quantidade de bençãos que te trará esta prática.

Espero que este conhecimento que hoje vos trago seja uma luz no vosso caminho e que promova mais cura e amor para o TODO.

  • No final do trabalho deverão sempre proferir as seguintes palavras:” Esta feito segundo a vontade de DEUS pai-mãe, e sem prejuizo para ninguem, que assim seja e assim é.” agradecem e vão á vossa vida sem mais pensar no assunto.

com amor
Rute Alegria
Lista de 60 ervas mágicas 

Absinto (artemisia absinthium)

  • Erva druídica sagrada. 
  • Muito mágica e sagrada para divindades lunares.
  • Deve ser queimada em incensos no Samhain para ajudar a evocação, a adivinhação e a profecia.
  •  Fortalece incensos para exorcismo e protecção

Abeto-Prateado (abies alba) 

  • Árvore druídica sagrada.
  • As agulhas são queimadas durante o parto para abençoar e proteger a mãe e o bebé.

Amieiro (alnus glutinosa)

  • Árvore druídica sagrada. 
  • Retirada a medula dos rebentos verdes fazem-se apitos, sendo que vários rebentos atados lado a lado, com uma das pontas tapadas com madeira, barro ou composto de lacre, podem ser usados para atrair elementais do Ar. 
  • Apara o fim de cada rebento de forma a produzir as notas que pretendes.

Arruda (ruta graveolens)

  • Os celtas consideravam-na uma erva anti-mágica, ou seja, uma defesa contra os encantamentos e a magia negra.
  •  Uma vergôntea fresca pode ser usada para salpicar de água sagrada em consagrações, bênçãos e curas. 
  • Queimada em exorcismos ou incensos de purificação, expulsa a negatividade e estabelece a ordem das coisas.

Artemísia (artemisia vulgaris)

  •  Erva druídica sagrada. 
  • Os seus poderes são mais fortes quando apanhados na lua cheia. 
  • Apanha-a no solstício de verão para dar sorte. 
  • Esfregue a erva fresca em bolas de cristal e espelhos mágicos para aumentar a tua força.
  • Mergulha 10g de artemísia numa garrafa de vinho durante 7 dias, começando numa lua nova, espreme-a e bebe uma pequena quantidade para auxiliar a clarividência e a adivinhação.

Aspérula (asperula odorata)

  •  Erva druídica sagrada.
  •  Usa-a uma vergôntea de aspérula quando quiseres mudar o rumo da tua vida e alcançar a vitória. 
  • Acrescente-a ao vinho de Beltane como símbolo de afastamento de obstaculos.

Aveleira (espécies Corylus) 

  • Árvore druídica sagrada. 
  • As varas da sua madeira simbolizam magia branca e cura.
  •  Se estiveres ao ar livre e precisares rapidamente de protecção mágica, desenha à tua volta um círculo com um ramo de aveleira. 
  • Para atrair a ajuda das fadas das plantas, enfia nozes numa corda na tua casa ou sala ritual

Azevinho (ilex aquifolium) 

  • Árvore druídica sagrada. 
  • Sagrada para o solstício de Inverno em que era usada como decoração. 
  • Plantada próximo de uma casa repele os encantamentos negativos que lhe forem enviados. 
  • Um saco de folhas e bagas usado por um homem aumenta a sua habilidade para atrair mulheres.

Bardana (arctium lappa) 

  • Também conhecido por Cardo. 
  • Mergulha uma mão cheia de erva num balde com água para lavar o chão: isso afasta a negatividade, purifica e protege.

Betónia (stachys officinalis, betonica officialis, stachys betonica) 

  • Erva druídica sagrada.
  •  Era uma erva muito mágica para os druidas, na medida em que era usada para expelir os espíritos malignos, os pesadelos e o desespero. 
  • Era queimada no solstício de verão, para purificação e protecção. 
  • Deves salpicar perto de todas as janelas e portas para formar uma barreira protectora. 
  • Se fores incomodada por pesadelos, enche com ela uma pequena almofada de tecido e dorme com ela.

Bistorta (polygonum bistoria) 

  • Também chamada Erve-Daninha-da-Serpente, Erva-do-Dragão e Cauda-Doce.
  • Leva um bocado de raiz seca para conceber.

Briónia-Branca (bryonia alba, bryonia dioica) 

  • Venenosa. 
  • Também conhecida por Mandrágora-Inglesa. 
  • As raízes podem ser substituídas pela rara raiz da mandrágora verdadeira. 
  • Junte um bocadinho da raiz ao seu dinheiro para aumentar a prosperidade.

Calêndula (calendula officialis)

  • Erva druídica sagrada. 
  • A água da calêndula é feita das flores.
  •  Se a passares pelas pálpebras, ajudarte-á a ver os elementares do ar.
  • As flores metidas nas almofadas produzem sonhos clarividentes.

Camomila (anthemis nobilis)

  •  Um chá feito com duas colheres de camomila a ferver durante 5 minutos é um suave indutor de sono. 
  • Também pode ser queimada ou acrescentada às bagas da prosperidade para trazer dinheiro.

Cardo-Santo (cnicus benedictus, carduus benedictos) 

  •  Erva druídica sagrada, que se utiliza, principalmente, para protecção e força.
  •  Se for plantado no jardim, afasta os ladrões.

Carvalho (quercus robur)

  • Árvore druídica sagrada, o carvalho era o rei das árvores da floresta.
  •  As varinhas mágicas eram feitas com a sua madeira. 
  • As nozes de carvalho, conhecidas por Ovos-de-Serpente, eram usadas como amuletos mágicos.
  •  As glandes recolhidas de noite continham o maior dos poderes fertilizantes.
  •  Os druidas e as sacerdotisas interpretavam o murmurar das folhas de carvalho e das carriças como mensagens divinatórias.
  •  As folhas queimadas purificam a atmosfera.

Cedro (cedrus libani) 

  •  Uma árvore sagrada dos druidas. 
  • Os antigos celtas do continente usavam óleo de cedro para preservar as cabeças dos inimigos  nas batalhas. 
  • Para atrair a energia da Terra, coloca as palmas das mãos na extermidades das folhas.

Celidónia (chelidonum majus) 

  • Como prevenção contra o aprisionamento ilegítimo, usa um saco de flanela vermelha repleto desta erva, junto à pele.
  •  Substitui a erva de 3 em 3 dias.

Cerejeira-Brava (prumus serotina) 

  • Árvore sagrada dos druidas.
  •  Bocados da árvore ou da casca eram queimados em festivais celtas.

Consolda (symphytum officinale) 

  • Chás, tintura e compressas de folhas ou de raízes de consolda aceleram curas de cortes, urticária e ossos partidos.
  •  Para promover a segurança da tua bagagem em viagem, introduz um pedaço de raiz de consolda em cada mala.

Crisântemo-Virgem (chrysanthemum parthenium) 

  • Os viajantes usavam-no como protecção contra as doenças e os acidentes durante as suas deslocações.

Dedaleira (digtalis purpúrea) 

  •  Venenosa. 
  • Erva druídica sagrada, associada às fadas e ao pequeno povo.

Espinheiro-Alvar (crataegus oxyacantha) 

  • Árvore druídica sagrada cujas varas têm grande poder. 
  • Os botões são altamente afrodisiacos para os homens.

Espinheiro-Negro (prunus spinosa) 

  • Também chamado Abrunheiro. 
  • Árvore druídica sagrada. 

Eufrásia (euphrasia officinalis

  •  Árvore druídica sagrada. 
  • Numa panela bem fechada, deixe cozer devagar um punhado de erva em água a ferver.
  • Deixa repousar durante a noite. 
  • Torce a erva, espremendo-a até ficar o mais seca possível. 
  • Guarda o líquido num recipiente hermeticamente fechado, protegido da luz e do calor, mas não no frigorífico. 
  • Beba meia colher de chá em meia chávena de água da fonte ou em chá de erva psíquica, para fomentar a clarividência.

Fetos, especialmente Feto-Macho (dryopteris filixmas), Cabelo-de-Virgem (adiantum pedatum), Feto-Grande (pteridium acquilinium), Feto-Dama e Polipódio (ambos polypodium vulgare)

  • Os druidas classificavam os fetos como sendo árvores sagradas.
  •  As frontes lisas do Feto-Macho eram colhidas a meio do verão, secas e usadas para dar boa sorte.
  •  Todos os fetos são poderosas plantas protectoras.
  •  Queimados dentro de casa produzem um fortíssimo muro de protecção. 
  • Queimados no exterior provocam chuva.

Freixo (fraxious excelsior

  • Árvore druídica sagrada. 
  • As varas dos druidas eram muitas vezes feitas de freixo e enfeitadas com gravações.
  •  As varas de freixo são boas para a magia curativa, geral e solar.
  •  Coloca as folhas frescas debaixo da almofada para estimular sonhos psíquicos. 
  • Recolhe folhas de freixo e leva-as para um local ao ar livre onde possas trabalhar sem ser incomodada.
  •  Com a tua espada ou faca, escava um círculo à volta no chão. 
  • Fa-lo suficientemente grande para que possas trabalhar lá dentro sem ultrapassar a linha. 
  • Vire-se para Este, segurando as folhas de freixo em ambas as mãos.
  •  Diz :”Elementais do Este, governantes do Ar, dai-me conhecimento e inspiração”.
  •  Atira as folhas para Este. 
  • Vira-se para Sul e diz:”Elementais do sul, governantes de Fogo, dai-me energia e mudança”. 
  • Atira algumas folhas para sul. 
  • Vira-te para Oeste e diz:”Elementais de Oeste, governantes da Água, dai-me cura e amor.”
  •  Atira algumas folhas para oeste.
  •  Vira-te para o Norte e diz:”Elementais do Norte, governantes da Terra, dai-me prosperidade e sucesso”. 
  • Atira as folhas para Norte. 
  • Mantem-te no centro do círculo com ambas as mãos erguidas:”Bênçãos para todos os que vieram em meu auxilio.
  •  Entre amigos é este contrato feito”. 
  • Apague a linha traçada.

Gataria (nepeta cataria) 

  •  Também conhecida como Nêveda-dos-Gatos. 
  • Erva druídica sagrada, mastigada pelos guerreiros para se tornarem ferozes em batalha.
  • Grandes folhas secas são marcadores poderosos nos livros de magia. Dê ao seu gato para criar um vínculo psicológico com ele.

Giesta (cytisus scoparius)

  • Árvore druídica sagrada.
  •  Pode ser substituída por Tojo no equinócio da primavera.
  •  Os Irlandeses chamavam-lhe “poder de médico”, devido aos seus rebentos diuréticos.
  • Varra as suas áreas rituais ao ar livre com ela para purificar e proteger.
  •  Queimar as flores e os rebentos acalma os ventos.

Hera-Inglesa (hedera helix) 

  •  Venenosa. 
  • Erva druídica sagrada.
  •  Ligada ao solstício de Inverno, em que era usada como decoração. 
  • A hera oferece protecção quando cresce próximo de uma casa, ou nas suas paredes.

Hipericão (hypericum perforatum) 

  • Erva druídica sagrada. 
  • Os celtas passavam-na pelo fumo da fogueira no solstício de verão, usando-a depois na batalha, para lhes trazer invencibilidade. 
  • Pode ser queimado para banir e exorcizar espíritos.

Hortelã-Brava (mentha piperita, mentha spicata, mentha crispa) 

  • Erva druídica sagrada.
  •  Bonecos para o amor e para as curas podem ser cheios de folhas de hortelã secas.
  • Acrescentada aos incensos, purifica a casa ou a área ritual.

Lírio-do-Vale (convallaria majalis) 

  • Venenoso.
  •  Um líquido produzido pela infusão das flores em água da fonte pode ser salpicado em volta da área ritual, atraindo a paz e o conhecimento.

Lisimáquia-Púrpura (lythrum salicaria) 

  •  Colocada nos cantos de cada divisão, esta erva restaura a harmonia e traz a paz.

Louro (laurus nobilis) 

  • As suas folhas eram queimadas pelas sacerdotisas da Deusa Tripla para provocar visões psíquicas. 
  • As folhas sob a almofada dar-lhe-ão também inspiração e visões.
  •  O louro contra-ataca a negatividade e a restrição.

Lunária (botrychium lunaria

  •  As folhas em forma de crescente são usadas em sacos de amor. 
  • Coloque um pedaço de lunária dentro de um medalhão com a fotografia do seu amado para fomentar um amor duradouro.

Lúpulo (humulus lupulus) 

  •  Erva druídica sagrada. Uma almofada cheia de lúpulos secos ajuda a dormir e cura.

Macieira

  •  Árvore druídica sagrada.
  •  Usa a sidra de maçã em quaisquer encantamentos que exijam vinho.

Manjericão (ocimum basilicum) 

  • Queima o manjericão para exorcizar a negatividade da casa. 
  • Para efectuar uma verdadeira e total purificação e protecção de ti mesmo e da tua casa
  • salpica também um pouco de manjericão em cada canto da tua divisão e use-o também na água do banho.

Manjerona (origanum majorana) 

  •  Uma infusão de manjerona, hortelã e alecrim pode ser salpicada por toda a casa para protecção.
  •  Também funciona na protecção de objectos específicos.

Mil-Folhas (achlillea millefolium) 

  • Também conhecido como Milefólio.
  •  Esta erva é um poderoso aditivo para incenso na adivinhação.
  •  Tem o poder de manter os casais unidos e felizes.

Musgo-Terrestre (lycopodium clavatum) 

  • Também conhecido como Garra-de-Lobo, Corno-de-Cervo. 
  • Erva sagrada para os druidas. 
  • Entre os celtas, apenas os sacerdotes e sacerdotisas podiam colher musgo-terrestre; tinha de ser colhido com um punhal de prata. 
  • As plantas e os esporos (colhidos em Julho e Agosto) eram utilizados em bênçãos e para protecção.

Musgo-Irlandês (chondrus crispus)

  •  Também conhecido por Musgo-Pérola.
  •  Esta erva serve para ganhar e manter um afluxo estável de dinheiro. 
  • Se fizeres bonecos para ganhar dinheiro ou sorte, enfia este musgo lá dentro.
  •  Queima-o com incenso durante os encantamentos para lhe dar sorte ou dinheiro. 
  • Salpica um pouco dentro da tua mala ou carteira.

Nozes e Glandes

  • Sagradas para os druidas. 
  • Muito usadas em magia. 
  • Pequenas glandes são usadas para as pontas das varas empregues pelos sacerdotes celtas.
  • Todas as nozes podem ser usadas na magia da fertilidade.

Pinheiro (espécies pinus)

  • Sagrado para os druidas, o pinheiro era conhecido como uma das sete árvores principais dos Irlandeses.
  •  Mistura as agulhas secas em partes iguais de zimbro e de cedro, queima para purificar a casa e a área ritual. 
  • As glandes e as pinhas podem ser usadas como um amuleto de fertilidade. 
  • Obtém-se um banho purificante e estimulante colocando agulhas de pinheiro dentro de um saco largo e deixando a água correr através dele. 
  • Para purificar e santificar uma área ritual ao ar livre, varre o chão com um ramo de pinheiro.

Polígono (polygono multiflorum, polygonatum odoratum) 

  •  Também conhecido por Centidónia, Persicácia, Pimenta d’Água, Trigo Mourisco. 
  • Esta erva pode ser queimada como oferta de agradecimento aos elementais pela sua ajuda.

Roseira-Brava (rosa rubinosa) 

  •  Pode ser substituída por rosas perfumadas normais. 
  • Para sonhos clarividentes, coloca duas colheres de chá de pétalas secas de rosa numa chávena de água a ferver. 
  • Tapa e deixe repousar durante cinco minutos. 
  • Bebe antes de te deitares.

Sabugueiro (sambucus nigra)

  • Árvore druídica sagrada. 
  • Sagrada para a Dama Branca no solstício de verão. 
  • Os druidas usavam-no tanto para abençoar como para amaldiçoar.
  •  Estar debaixo de um sabugueiro a meio do verão, tal como estar num anel de fadas de cogumelos, ajudá-lo-á a ver o pequeno povo.
  •  As varas de sabugueiro podem ser usadas para expulsar os espíritos malignos ou as formas mentais. 
  • A música produzida pelas flautas de Pã, ou flautas normais de sabugueiro, têm o mesmo poder que as varas.

Salgueiro (salix alba) 

  •  Também conhecido por Chorão. 
  • Uma das sete árvores sagradas dos Irlandeses, árvore druídica sagrada.
  •  O salgueiro é uma árvore da lua, sagrada para a Dama Branca. 
  • As suas matas eram consideradas tão mágicas que os sacerdotes, as sacerdotisas e todos os tipos de artesãos se sentavam entre as árvores para ganhar eloquência, inspiração, habilidade e profecias
  • Para que um desejo seja concedido, pede permissão ao salgueiro, explicando-lhe os desejos que vivem no teu coração
  •  Escolhe um rebento adequado e ata-lhe um nó solto enquanto expressas aquilo que queres 
  • Quando o desejo for realizado, volta lá e desfaça o nó.
  •  Lembra-te de que não deves pedir nada que condicione a vida de alguem e que comprometa o seu livre arbitrio, isso traria consequências muito nefastas para todos os envolvidos
  • No final agradece ao salgueiro e de deixa uma oferenda.

Sorveira (sorvus aucuparia, fraximus aucuparia)

  •  Árvore druídica sagrada e também sagrada para a deusa Brigit. 
  • É uma árvore muito mágica, utilizada para varas, bastões, amuletos e encantamentos.
  •  As suas bagas são especialmente mágicas, mas as sementes são venenosas. 
  • Um ramo de sorveira em forquilha pode ajudar a descobrir água.
  •  As varas servem para o conhecimento, a localização de metais e adivinhação em geral. As fogueiras de sorveira servem para chamar os espíritos, especialmente quando se enfrentam conflitos.

Teixo (taxus baccata) 

  • Árvore druídica sagrada. 
  • Esta árvore era sagrada para o solstício do Inverno e para as divindades da morte e do renascimento. 
  • Os Irlandeses usavam-no para fazer cabos de punhais, arcos e tonéis de vinho. 
  • As bagas são venenosas. 
  • A madeira de teixo, ou as folhas, eram colocadas nas sepulturas para recordar aos espíritos que partiram que a morte é apenas uma pausa na vida antes do renascimento.

Tojo (ulex europaes) 

  •  Árvore druídica sagrada. 
  • As suas flores douradas estão associadas ao equinócio da primavera. 
  • Tanto a madeira como os botões são queimados para protecção e preparação para conflitos de qualquer espécie.

Tomilho (thymus vulgaris), Tomilho-Bravo (thymus serpyllum) 

  • Erva druídica sagrada. 
  • Um banho de purificação mágico pode ser obtido despejando um chá de tomilho e manjerona na água do banho. 
  • Uma almofada cheia com tomilho cura os pesadelos. 
  • Quando assistires a um funeral, usa uma vergôntea de tomilho para afastar a negatividade dos enlutados

Trevo (espécies trifolium) 

  •  Erva druídica sagrada que simboliza as divindades triplas. Deixa sempre algo como pagamento sempre que apanhares um trevo, pois é uma das ervas favoritas do pequeno povo e das fadas. 
  • Um pouco de gengibre ou de leite entornado no chão são ofertas aceitáveis. 
  • Decorações com trevo no altar honram todas as divindades triplas. 
  • Usa um trevo de três folhas para protecção e sorte; um de quatro folhas para evitar o serviço militar.

Ulmária (filipendula ulmaria, spirea ulamria)

  •  Uma das três mais sagradas ervas druídicas, sendo as outras duas a hortelã e a verbena.
  •  A ulmária pode ser empregue para decoração do altar durante os encantamentos de amor.

Verbena (verbena officinalis) 

  • Também conhecida como Lúcia-Lima. 
  • Erva druídica sagrada, vulgar nos seus muitos ritos e encantamentos.
  •  Era tão grandemente estimada que as oferendas desta erva eram colocadas em altares.
  • Quando queimada, é poderosa na defesa contra ataques psíquicos, mas é também usada em feitiços de amor, purificação e para atrair riqueza.

Vidoeiro (betula alba)

  •  Árvore druídica sagrada.
  •  Corta tiras de casca na lua nova.
  •  Com tinta vermelha, escreve numa tira da casca “Trazei-me o verdadeiro amor”.
  • agradece dizendo que isto seja feito sem prejuizo para ninguem e agradece
  • sentindo que está realizado
  • quando o desejo for cumprido deverás fazer uma oferenda ao vidoeiro

Visco (viscum álbum) 

  •  Era a mais sagrada árvore dos druidas e governava o solstício de Inverno. 
  • As bagas são venenosas.
  • Os Ramos de visco podem ser pendurados como erva protectora para todos os fins.
  •  As bagas são usadas em incensos de amor.

Zimbro (juniperus communis) 

  •  Árvore druídica sagrada. 
  • As suas bagas eram usadas com tomilho em incensos druídicos que provocavam visões.
  • O zimbro plantado à porta desencoraja os ladrões. 
  • As bagas maduras podem ser enfiadas num cordel e penduradas em casa para atrair prosperidade e a boa sorte.

Eu recebi estes ensinamentos há alguns anos de uma irmã Mineira, através de tradição oral chegou-me a informação que esta informação foi retirada de um livro A Magia Celta” de DJ Conway.

Não posso jurar que seja porque não conheço o livro mas a pessoa que me passou esta informação considero fidedigna .

boas experiências

com amor

Rute alegria

Lê o Post

índice

SUBSCREVE
Partilha Com Amigos
Pesquisa Posts

O Útero em Flôr é um blog no qual forneço “ferramentas” para o processo de desenvolvimento integral do feminino e da consciência para uma nova terra.

Este é um projeto que está aberto a todos os que sintam um chamado interior para transformar antigos construtos, transmutar sombras e conhecer melhor os seus corpos de modo a viverem uma vida plena e mais consciente.

Continua a Ler

Posts Relacionados

Salta para

Outras Categorias

Sucesso no Amor

Fogão de Vénus

Cuidar do Útero

Sagrado Feminino

Magia das Plantas

Harmonia Interior

©2022 Rute Alegria – Todos Os Direitos Reservados